Blog

Disbiose Intestinal: Você tem cuidado bem de suas bactérias?

Seu corpo é constituído por 10 trilhões de células sendo que o número de bactérias que você carrega corresponde a 100 trilhões. Ou seja, você carrega 10 vezes mais bactérias do que células. Cerca de 2 kg do seu peso corporal é constituído por estas bactérias.

Não adianta querer se livra destes 2 Kg pois sem estas bactérias provavelmente você morreria. Chamamos de DISBIOSE a alteração da nossa flora bacteriana normal. Quando isso ocorre uma série de situações deletérias a saúde podem ocorrer. Alguns exemplos são: alergias, inflamações, infecções, obesidade ou até mesmo depressão e câncer.

Nosso intestino é um dos órgãos mais importantes, no entanto, não costumamos dá-lo a devida a atenção e cuidado. Manter a saúde do seu intestino é fundamental para quem busca saúde e qualidade de vida. Com certeza você já ouviu a afirmação que você é o que você come. Ela está apenas parcialmente correta.

Seguir uma alimentação saudável é sem dúvida fundamental, mas se você estiver em situação de disbiose a absorção de nutrientes ficará prejudicada, dificultando, por exemplo, o emagrecimento ou o ganho de massa muscular.

Lembre-se, sua saúde começa pela boca (o que você come), mas é preciso um intestino saudável para absorver os nutrientes da forma correta. Para atingir a meta de ter um intestino saudável é preciso manter sua flora bacteriana em perfeita harmonia. Evite alimentos ricos em carboidratos refinados (açúcares, doces, refrigerantes, farinha, sorvete), glúten, leite e derivados. Evite também o fumo e álcool. Evite o uso indiscriminado de antibióticos.

Os antibióticos não são seletivos em matar apenas as bactérias que você acredita que estejam lhe fazendo mal. Eles agridem também as bactérias benéficas deixando-o em disbiose. O uso de pré e pró-bióticos que favorecem sua flora bacteriana benéfica são cruciais na manutenção da harmonia e saúde intestinal. O uso de nutracêuticos para modular processos metabólicos e tratamento de desintoxicação são também importantes.

E não se esqueçam: PRATIQUEM ATIVIDADES FÍSICAS!

Disbiose Intestinal: Você tem cuidado bem de suas bactérias?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *