Blog

Fome x vontade de comer: aprenda a diferenciar

A maioria das pessoas não sabe diferenciar o que é fome do que é vontade de comer. E para distinguir a verdadeira fome do desejo incontrolável de comer é preciso analisar como você se sente antes, durante e depois de cada refeição.

Se você nunca se permitiu sentir fome, comece a desmistificá-la, só assim você conseguirá entender a diferença entre a fome e a vontade de comer.

Deixe de realizar algumas refeições, assim você verá que não é tão desconfortável como imagina e ainda lhe ajudará a não realizar nenhuma atividade por impulso. Até porque é muito importante diferenciar o “precisar” do “querer”.

Você precisa entender se lida bem com a sensação de fome ou se a encara como senso emergencial.

Quando você se convence que é importante tolerar a fome, ela não vai mais ter toda essa proporção. Assim, ao sentir fome fora do horário de almoço, lanche ou jantar, você será capaz de focar a sua atenção para outras tarefas e a intensidade da fome irá diminuindo.

Existem, ainda, alguns tipos de fome para se identificar.

Fome social

A fome social é uma fome relacionada a determinada situação. Por exemplo, uma reunião de amigos.

É quando temos algum alimento disponível e comemos de forma automática, sem parar para pensar, e por isso acabamos consumindo mais do que precisamos.

Fome x vontade de comer: aprenda a diferenciar

Fome fisiológica

Esse tipo de fome é a fome das cédulas e do corpo. Qualquer alimento disponível pode saciá-la. Ela pode aparecer por volta de 3 a 4 horas depois da última refeição, em especial naquelas pessoas que estão habituadas a ingerir constantemente alimentos com carboidratos.

O hormônio que controla a fome é a grelina, que está presente no estômago. Na falta de alimento a grelina aumenta e sinaliza o cérebro que o corpo precisa de alimento. E assim que o alimento chega ao estômago, o hormônio da grelina baixa.

Fome específica ou vontade de comer

Quem é que não tem desejos relacionados à comida? É muito comum sentirmos desejo de comer algo específico e os doces sempre estão presente nessas vontades.

Além disso, essa fome não é urgente, pelo contrário é bem específica, pois está relacionada ao gosto do alimento e ao desejo.

Fome x vontade de comer: aprenda a diferenciar

Fome emocional

É comum que algumas pessoas comam por sentir tédio, cansaço, ansiedade e até mesmo sede.

A fome emocional pode ser bem perigosa. Esse tipo de relacionamento com a comida pode ser desastroso.

É importante ter em mente que apesar de trazer um alívio no momento de comer, não resolverá os problemas de tristeza, tédio, angústia, entre outros.

Fome x vontade de comer: aprenda a diferenciar

Fome x vontade de comer

É importante analisar algumas questões para entender a origem da vontade de comer, como por exemplo

  • Será que estou com fome?
  • É isso mesmo que eu quero?
  • Vai valer a pena comer isso agora, sendo que daqui a pouco eu já vou almoçar, lanchar ou jantar?
  • Eu preciso mesmo desse alimento agora?

Se depois de realizar essa análise você ainda sentir vontade de comer o alimento, vá em frente, ele não lhe fará mal algum; o que é importante é o que você sentirá após ingeri-lo.

Lembre-se que a fome é um impulso que vem em ondas. Sabe aquela ideia de que quando temos fome e não comemos, a nossa fome vai aumentar cada vez mais até morrermos de fome? Isto é mito! É só tomar um copo d´água e ela vai passar em poucos minutos! Experimente!

Fome x vontade de comer: aprenda a diferenciar

O corpo humano precisa de atenção por ser muito complexo. E por esse motivo é muito importante conectar-se com os sinais que ele emite.

Uma vida vivida com atenção, é uma vida mais plena e de cuidados com a sua saúde.

E aí, você já é capaz de reconhecer se tem fome ou vontade de comer? Em caso de dúvidas, a ajuda de um profissional pode lhe auxiliar a entender ainda melhor sua relação com a comida.

Para continuar acompanhando meus conteúdos, inscreva-se no meu canal, clicando AQUI.

Fome x vontade de comer: aprenda a diferenciar

Posts Relacionados